Resultado preliminar do V Exame de Ordem Unificado

Resultado preliminar do V Exame de Ordem Unificado

O resultado preliminar da 1ª fase do V Exame de Ordem Unificado foi divulgado ontem (7). O prazo para ingressar com recursos vai até o dia 10 de novembro. Já o resultado definitivo será divulgado no dia 21 de novembro.

As informações são da Consultor Jurídico:

O resultado preliminar da primeira fase do 5º Exame de Ordem unificado foi divulgado nesta segunda-feira (7/11). Os candidatos que não foram aprovados podem ingressar com recursos até o dia 10 de novembro. O resultado definitivo será divulgado no dia 21 de novembro. A consulta do resultado mediante o número de CPF pode ser feita aqui.

* * *

Acompanhe o Prof. Medina no Twitter e no Facebook

Para notas comparativas entre o CPC/1973 e o projeto do novo CPC, veja o livro Código de Processo Civil Comentado – com remissões e notas comparativas ao projeto do novo CPC.

Conheça a coleção Processo Civil Moderno.

* * *

Participaram da prova objetiva com 80 questões cerca de 108 mil bacharéis de Direito. A segunda etapa, prova prático-profissional, acontece em 4 de dezembro, um domingo. A aprovação no Exame da Ordem é requisito necessário para a inscrição nos quadros da Ordem dos Advogados do Brasil como advogado.

Quatro dias antes da primeira fase, por unanimidade, o Supremo Tribunal Federal decidiu que o Exame da Ordem é constitucional. De acordo com os ministros, a exigência de aprovação na prova aplicada pela Ordem dos Advogados do Brasil para que o bacharel em Direito possa se tornar advogado e exercer a profissão não fere o direito ao livre exercício do trabalho previsto na Constituição Federal.

De acordo com a decisão, o Exame da Ordem é um instrumento correto para aferir a qualificação profissional e tem o propósito de garantir condições mínimas para o exercício da advocacia, além de proteger a sociedade. “Justiça é bem de primeira necessidade. Enquanto o bom advogado contribui para realização da Justiça, o mau advogado traz embaraços para toda a sociedade”, afirmou o relator do processo, ministro Marco Aurélio.

fonte: Consultor Jurídico.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s