Plenário da Câmara aprova orçamento impositivo em 2º turno

Câmara dos Deputados, por Eduardo Piovesan e Paula Bittar

Foi aprovada nesta terça-feira (10), a proposta de emenda Constitucional a respeito do orçamento impositivo (PEC 358/13). O projeto institui a execução obrigatória das emendas parlamentares ao orçamento limite de 1,2% da receita corrente líquida (RCL).

Por meio das emendas individuais, os parlamentares visam direcionar os recursos para determinadas obras públicas, com o objetivo de defender os interesses das comunidades que representam.

A proposta estabelece que metade do valor das emendas deverá ser aplicada na área da saúde. A PEC, aprovada pelo plenário da Câmara dos Deputados, também determina um valor mínimo de investimentos a ser alcançado em até cinco anos após a promulgação. Valor esse direcionado às ações e serviços públicos de saúde pela União.

* * *

Acompanhe o Prof. Medina no Twitter e no Facebook

Folheie as obras do Prof. Medina: 
CF Comentada 
CPC Comentado
Código Civil comentado

Processo Civil Moderno, volumes 1, 2, 3 e 4 
* * *

Para Eduardo Cunha, presidente da Câmara, a aprovação da proposta é fruto do trabalho dos parlamentares que compareceram em peso na sessão. A ideia de determinar recursos na área da saúde foi defendida desde a primeira votação. Primeiramente, a intenção dos deputados era que o investimento fosse de 40%, mas o valor de 50% acabou prevalecendo. O relator da proposta foi o deputado Edio Lopes (PMDB-PR).

Leia o texto na íntegra aqui.

Fonte: Câmara dos Deputados

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s