“A fábrica de papers”, por Pablo Ortellado

“A fábrica de papers”, por Pablo Ortellado Continuar lendo

Anúncios

Precisamos de regra sobre fundamentação de decisões?

Conjur, por José Miguel Garcia Medina (publicado em 19/08/2013)

Há alguns meses, escrevi, em outro espaço, que a necessidade de regras decorre da imperfeição do ser humano. Claro que essa frase não explica toda a complexidade de tão fascinante tema, mas parece possível cogitar que, fôssemos perfeitos, irrepreensíveis, o Direito poderia ser, até, desnecessário.

Pensei nesse ponto tendo em vista duas críticas que vi sendo veiculadas a uma disposição, inserida no projeto do novo Código de Processo Civil, referente à fundamentação das decisões judiciais. Refiro-me ao artigo 499, parágrafo 1º do projeto (na redação da versão que, em princípio, será levada à votação no plenário da Câmara dos Deputados nesta semana). Continuar lendo