Cotas raciais e nazismo

Acaba de ser ajuizada, contra a UnB – Uiversidade de Brasília, Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental.  A ação é movia pelo partido político DEM (cf. íntegra da notícia aqui; a petição inicial pode ser lida aqui).

O que me chamou a atenção foi a polêmica em torno de saber se a política de cotas raciais está de acordo com ou é contrária aos ideais nazistas…

Para o autor da ação, a UnB

ressuscitou ideais nazistas, hitlerianos, de que é possível decidir, objetivamente, à que raça a pessoa pertence. Dizer que isso não é praticar racismo é, no mínimo, uma ofensa à inteligência humana.

O reitor da UnB se defende (cf. notícia veiculada aqui):

Em última análise, as políticas de cotas são ligadas aos valores que foram construídos na pauta dos direitos humanos. Uma medida como essa (do DEM), pelo contrário, é que transmite os ideais nazistas de segregação. Lutar contra isso (as cotas) é o ir contra o principio de igualdade das pessoas e isso é segregação.

Percebe-se que os discursos ideológicos podem servir de base a qualquer solução jurídica…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s