Mais de 90% dos membros do TJMS aderem ao acórdão eletrônico

Mais de 90% dos membros do TJMS aderem ao acórdão eletrônico

Lançado em novembro de 2008 pelo Des. Dorival Renato Pavan, o acórdão eletrônico conta com a adesão de mais de 90% dos desembargadores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS). Nesse sistema o desembargador encaminha o texto do voto para revisão e apreciação dos demais desembargadores que participam daquele julgamento antes da sessão, de forma que, no dia do julgamento, caso haja a unanimidade na decisão, o texto está pronto para ser publicado.

As informações são do MS Notícias:

Atualmente, mais de 90% dos desembargadores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) aderiram ao chamado acórdão eletrônico, lançado em novembro de 2008 pelo Des. Dorival Renato Pavan.

Nesse novo modo de publicação de acórdãos o desembargador encaminha o texto do voto para revisão e apreciação dos demais desembargadores que participam daquele julgamento antes da sessão, de forma que, no dia do julgamento, caso haja a unanimidade na decisão, o texto está pronto para ser publicado.

* * *

Acompanhe o Prof. Medina no Twitter e no Facebook

Para notas comparativas entre o CPC/1973 e o projeto do novo CPC, veja o livro Código de Processo Civil Comentado – com remissões e notas comparativas ao projeto do novo CPC.

Conheça a coleção Processo Civil Moderno.

* * *

Pequenos ajustes na metodologia de trabalho na Coordenadoria de Acórdãos do Tribunal de Justiça garantiram que, em média, o acórdão seja publicado três dias após a sessão de julgamento. Antes do pontapé inicial dado pelo Des. Pavan, a publicação do acórdão não acontecia com tamanha agilidade.

No mês de novembro de 2011 foram editados 2.856 acórdãos, sendo que 2.600 já foram encaminhados para publicação no Diário de Justiça e os demais foram enviados ainda no dia 30 de novembro.

Relatório apresentado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) do “Justiça em Números 2010”, que traça uma radiografia da justiça brasileira no último ano, apontou que o Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul atinge a 2ª maior produtividade dos magistrados do país, tanto em 1º quanto em 2º grau.

Na separação dos Tribunais de acordo com o seu porte (grande, médio e pequeno) MS ocupou o 1º lugar dentre os tribunais de pequeno porte, à frente dos outros 11 incluídos na mesma classificação: Paraíba, Rio Grande do Norte, Rondônia, Amazonas, Sergipe, Alagoas, Piauí, Tocantins, Amapá, Acre e Roraima.

fonte: MS Notícias.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s